Oi, povo! Quem nunca teve algum momento de ansiedade, medo ou angústia? É bem provável que todo mundo tenha tido alguma vez, mas esses s...

Temas Abordados em Crônicas de Onyx #2

Oi, povo! Quem nunca teve algum momento de ansiedade, medo ou angústia? É bem provável que todo mundo tenha tido alguma vez, mas esses são sentimentos que somos capazes de enfrentar ou até evitar.
            Mas o que isso tem a ver com o post de hoje? Tudo, afinal, nosso querido protagonista Endrich Ragrson enfrenta muitos medos e angústias ao longo da série Crônicas de Onyx. No primeiro livro, O Guardião Imperial, por exemplo, ele descobre que é de uma linhagem de Guardiões e precisa tomar uma decisão. Em meio a isso ele passa por um processo de autoconhecimento do qual terá receio de si mesmo e das escolhas que deve fazer. Em suma, ele tem medo de sofrer.
            E quem não tem que atire a primeira pedra.
            Em A Espada Elemental, vimos um Endrich um pouco mais maduro, porém, que ainda teme algumas coisas. Fantasmas, o casamento de uma pessoa especial, a possibilidade de uma nova guerra e o medo de não concluir uma missão para lá de importante. Responsabilidade, essa é a palavra-chave deste livro. Quando temos um pesado cargo sobre os ombros, podemos, por vezes, nos intimidar. Principalmente quando você pensa que não terá força suficiente para finalizar uma missão ou que suas escolhas até então foram erradas.
           Pensamentos negativos têm o poder de nos derrubar — fato! Digo isso por experiência própria. Sou campeão em baixo astral e baixa estima. Entretanto, vejo que se eu não trabalhar isso, não poderei seguir em frente, enfrentar meus medos e receios, lutar por aquilo que acredito, pelo que desejo. E é isso que Endrich busca ao longo da série: enfrentar seu lado negro, uma parte intrínseca de todos nós, para realizar suas tarefas no mundo que o rodeia e, principalmente, salvá-lo do que está por vir.

0 comentários: