Olá, pessoal! Como o ano já está se esvaindo e não terei mais lançamentos para vocês neste ano, vou fazer aqui uma breve retrospectiva d...

Retrospectiva de lançamentos em 2016

Olá, pessoal!
Como o ano já está se esvaindo e não terei mais lançamentos para vocês neste ano, vou fazer aqui uma breve retrospectiva do que lancei na Amazon, como um refresco para a mente.


Começamos lá em março, mais especificamente dia 29, o mesmo do meu aniversário. Endrich Ragrson e companhia voltam no tão esperado desfecho da série Crônicas de Onyx: A Relíquia da Vida. Aqui, após os acontecimentos dos livros anteriores, tudo será respondido e amarrado, mas, antes, será preciso enfrentar os Gigantes de Gelo, que assolam a fronteira entre as Terras Desconhecidas e o Império de Rubi; e, principalmente, descobrir qual o papel do terráqueo David, perdido em Onyx.
Em uma aventura recheada de ação, magia e escolhas que definirão o futuro de todo um mundo, o quarto e último livro nos leva a uma viagem além do imaginário.
Nos leva para o princípio do próprio Universo.



Por volta de julho, tivemos a republicação de O Último de Nós, originalmente lançado em 2013, agora com nova edição, revisão e capa. Junto de O Primeiro de Mim, a continuação do primeiro conto, formam a duologia A Terra de Clon, que tem como premissa uma Terra desolada povoada por somente um homem, o qual passa a questionar os motivos de ser o último sobrevivente e parte em busca de respostas, o que trará muitas consequências.



Por último, mas eu acredito que seja um dos mais importantes, Maxon Carter e os Artefatos de Merlin, o livro que eu passei mais tempo trabalhando, cultivando ideias, amadurecendo-as e mexendo no enredo. Um livro que surgiu lá em 2011 (sim, já faz CINCO ANOS!) e que, somente agora, me senti pronto para lançá-lo.
A história roda em volta de Maxon Carter Williams Júnior (mas deus me livre se chamá-lo só de Júnior) e das mudanças que começa a sofrer assim que pisa na cidade em que passará a viver com a mãe, mais especificamente, Sombrio (onde cresci e moro atualmente, inclusive). Aqui, o garoto descobrirá que vem de uma linhagem antiga de mágicos (Endrich mandou lembranças) e que ele próprio é um feiticeiro. Não bastasse isso, está em perigo iminente e precisa aprender a usar seus poderes o quanto antes para sobreviver.
É quase um Percy Jackson, só que sem prazos, sem profecias e sem o Juízo Final — por enquanto.

Bem, gente, até acho que esse ano foi bem produtivo, e espero que o próximo continue assim — inclusive, já tenho dois projetos para colocar em prática!

Se não conhecia ainda, dê uma conferida nas páginas dos livros logo acima, tem sinopse, capas em alta resolução, informações extras, playlists, e não deixe de adquirir na Amazon! ;)

Forte abraço!
Elton Moraes

0 comentários: