Bem-vindo(a) ao universo de

Elton Moraes

Escritor Comunicólogo E viciado em café

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Prólogo da 2ª Edição de O Guardião Imperial

Olá, pessoal! Tudo bom?
Apesar da demora, hoje venho trazer a vocês o Prólogo da nova edição de O Guardião Imperial. Para quem ainda não leu, ou quem já conferiu a 1ª edição, é uma forma de vocês matarem a curiosidade ou de compararem com a edição anterior. E domingo postarei o capítulo um aqui também. Agora, chega de enrolar e confira!

Quando você escolhe um caminho dentre muitos,
todos os caminhos que você não segue são apagados
como se fossem velas, como se nunca tivessem existido.
A Luneta Âmbar (Philip Pullman)


Prólogo
Diamante



Onyx estava prestes a ser destruída.
            Erix, o Guardião de Diamante, olhou para a arma imperial presa ao seu braço e pensou na última escolha a se fazer. Ou daria certo, ou então morreria. Concentrou sua mente e toda a energia em seu corpo. Ergueu o braço esquerdo, reluzindo intensamente. Ao fundo, uma faísca de luz jorrou para o ar do interior do castelo imperial. Recitou as palavras que faltavam e uma onda de luz branca se espalhou por todo o Povoado Imperial.
            A horda de homens e demônios controlados por Trevys foi dizimada.
            Trevys, um serafim caído destinado a transferir energias negativas para seu Senhor assim como Luzyos, um anjo guardião que transmite a bondade dos homens para o seu –, não se daria por vencido. Sua última jogada se ergueu e seguiu em disparada contra Erix. Prevendo o ataque, este se esquivou e iniciou um embate corpo a corpo.
            – Terix, o que está fazendo? – disparou Erix.
            O Guardião de Cristal não respondeu.
            O combate seguiu minutos a fio, sem nem um lado vencedor. Até que, num cálculo mal feito, O Guardião de Diamante se vê com uma espada luminescente atravessando-lhe o peito, o sangue escorrendo em fios rubros. Seus olhos se fecharam, não querendo acreditar naquilo. Sabia que Terix receberia um castigo, mas isso não o deixava menos atordoado.
            Agora sua alma teria de servir aquele.
            Com a morte atingindo Erix, o poder que libertara para dizimar o exército do serafim caído se acumulou novamente e, num último suspiro do Guardião, fez com a luz libertada atacasse Trevys. Paralisado, este é atingido e subjugado. Um portal se abriu sobre sua cabeça e por fim foi tragado para seu exílio no Reino dos Mortos.
            Antes que morresse, o Guardião de Diamante teve um último pensamento: Este é apenas uma das sacadas dele. Sou apenas um peão no tabuleiro da vida. Ou agora seria da morte?
            O sol voltou a aparecer e assim findou-se a Guerra Leste-Central. Uma nova era teve início…

            A Era de Diamante.

Clique AQUI para baixar seu "exemplar" do livro.
Espero que tenham curtido, e até a próxima!
Abraços,
Elton Moraes

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna Veniam, quis nostrud exerci tation ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat.

1 comentários:

  1. Bom dia,

    vi que seu site oferece arquivos para baixar. O http://Minhateca.com.br é um site de armazenamento e compartilhamento de arquivos com espaço ILIMITADO e totalmente gratuito! Sem tempo de espera ou qualquer restrição, download ilimitado e super rápido - 100% GRATIS! Porque não usa nosso site para hospedar os arquivos do seu site?

    ResponderExcluir

Elton Moraes
Curitiba, Paraná

ME MANDA UM OI!