Imagem retirada do blog Mural de Cristal Olá, pessoas, tudo bom? Frase impactante a do título dessa postagem, não? Ao menos a intenç...

Aceite quem você é. Ou morra negando.

Imagem retirada do blog Mural de Cristal
Olá, pessoas, tudo bom?
Frase impactante a do título dessa postagem, não? Ao menos a intenção é ser (risos). Enfim...
Você já parou para pensar que tudo o que nos cerca é aceitável, materialmente falando? Mas e quando se trata de nós mesmos? O ser-humano, a pessoa que está lendo este post, ou o ser que vos fala (escreve, whatever)?

Muitos de nós temos a grande capacidade de não nos autoconhecemos (oi, prazer, meu nome é Elton). E quando digo isso não estou dizendo que você é totalmente um ignorante sobre si mesmo. Entretanto, já parou pra pensar quantas mudanças ocorreram em sua breve ou longa vida? Já reparou que passamos por constantes transformações, algumas nem tão notáveis, outras, entretanto, capazes de te levar a loucura ou a felicidade eterna?

Mas, Elton, onde você quer chegar?
Pare para se autoconhecer. Traga velhas lembranças. Às vezes é bom para você mesmo saber por tudo que já passou. E aceite-se do jeito que for. Por vezes algumas dessas lembranças te farão entender como ou o que você é. Deixe que essa certeza lhe invada, ou morra tentando negar. Tenha certeza de uma coisa: você irá sofrer se não se perceber.

Você já se percebeu, por acaso? - você provavelmente estará se perguntando. Eu digo: sim, já me percebi e recapitulei minhas memórias mais antigas (ao menos as que eu lembro), e notei coisas que já existiam em mim que eu nem imaginava. Até o momento que isso ficou mais claro que uma vela acesa em meio a noite fria. E olha, eu já estava morrendo. Endrich e Maxon me compreendem. Passaram por provações e tiveram que aceitar seu destino. (Ok, o meu não foi tão incrível, fazer o quê).
Bem, não sei se você entendeu onde quis chegar, mas vale ressaltar: aceite quem você é, ou morra negando. Liberte-se de suas próprias barreiras, saia detrás da cortina e seja feliz!

Forte abraço,
Elton Moraes.

0 comentários: